Banner Psicologia Clínica: Psicanálise com Crianças.

Psicologia Clínica: Psicanálise com Crianças.

Objetivos

Geral:

O curso de especialização em Psicologia clínica: Psicanálise com crianças visa capacitar teórico e clínico a (o) profissional para o tratamento e prevenção, com vistas a atenção à saúde mental da criança.

Específicos:

  • Instrumentalizar teoricamente as (os) acadêmicas (os) nos conceitos fundamentais da Psicologia clínica de orientação psicanalítica.
  • Capacitar as (os) acadêmicas (os) para a práxis psicanalítica com crianças.
  • Fomentar discussões sobre a contribuição da Psicanálise no âmbito clínico infantil.
  • Difundir a aplicabilidade da Psicanálise com crianças em diferentes contextos.

Expandir a produção científica local sobre a prevenção e tratamento a partir da clínica psicanalítica infantil.

Público alvo

Profissionais formados em Psicologia.

Área

Ciências da Saúde

Disciplinas

Nome Carga horária
A clínica da psicose infantil 30 horas

A clínica da psicose infantil

As psicoses não decididas na infância. A direção do tratamento da criança psicótica. A maleabilidade das estruturas psíquicas na infância; Inconsciente e tempo. De uma teoria sobre as psicoses a uma função: o nome do pai e a metáfora paterna; Os momento-chave na definição da estrutura. Aspectos da  psicopatologia, técnica, transferência, tipo e conteúdo das intervenções e efeito delas.

Avaliação Psicológica e a clínica psicanalítica infantil. 15 horas

Avaliação Psicológica e a clínica psicanalítica infantil.

A avaliação Psicológica e sua contribuição com a clínica infantil. Contribuições interdisciplinares. Técnicas de avaliação provenientes da Psicanálise. Convergências da avaliação e do atendimento clínico. Contextos ampliados: jurídico, educacional e ambientes institucionais.

Clínica com Bebês. 15 horas

Clínica com Bebês.

Os eixos fundamentais da constituição do sujeito. A clínica com bebês é também uma clínica preventiva. Os transtornos geralmente identificados na primeira infância e sua relação com a constituição do sujeito. Intervenções sobre a alienação da díade mãe-bebê. Intervenções de estimulação precoce. A clínica preventiva dos Indicadores clínicos de Risco para o Desenvolvimento Infantil.

Clínica da neurose infantil 30 horas

Clínica da neurose infantil

A apresentação clínica da neurose e fobia. A relação de objeto, a direção do tratamento, a transferência e o fim de análise; Aspectos da  psicopatologia, técnica, transferência, tipo e conteúdo das interpretações e efeito delas.

Constituição do Sujeito. 15 horas

Constituição do Sujeito.

O conceito de Sujeito na teoria Lacaniana: influências históricas. O Sujeito do imaginário: estádio do espelho. O Sujeito do simbólico: o significante que representa um sujeito para outro significante. O Sujeito do real: o objeto a que é mais gozar. Os eixos de constituição do Sujeito: A suposição do sujeito, o estabelecimento de demanda, a presença e ausência e a função paterna. Alienação e separação. Introdução a clínica da mãe e do bebê.

Conversações Clínicas 30 horas

Conversações Clínicas

As conversações clínicas consistirão na discussão sistemática de material clínico trazido pelos alunos, buscando compreendê-lo a partir da contribuição dos autores mais representativos da psicanálise infantil francesa, em especial Dolto e Mannoni.

Os alunos deverão apresentar casos clínicos próprios, ou quando não os têm, apresentam seminários de casos clássicos indicados pelos professores responsáveis. Abordaremos as esferas: psicopatológica, técnica, transferencial, tipo e conteúdo das interpretações, efeito delas sobre quem a recebe – seja ele um sujeito, um casal, uma família ou um grupo institucional.

Ainda, os alunos serão capacitados previamente para exposição dos casos em vistas a transfigurar os elementos que possam identificar os sujeitos em questão.

Entrevistas preliminares com os pais. 15 horas

Entrevistas preliminares com os pais.

A entrevista como coleta de dados, orientação e intervenção. A duração das entrevistas iniciais com os pais. Os participantes das entrevistas. A psicanálise não é uma pedagogia, é uma ética. Separação e alienação. O Sintoma da criança é o sintoma dos pais. Criança como bode expiatório da inexistência da relação sexual.

Estruturas Clínicas. 30 horas

Estruturas Clínicas.

Conceito de estrutura e o estruturalismo de Levy-Strauss. Lacan estruturalista. As três estruturas: psicose, neurose e perversão. De um tratamento possível à psicose. Apresentações clínicas da psicose: esquizofrenia, paranóia, melancolia e hipocondria. Neurose como gambiarra ao desejo: obsessão e histeria. A fobia está entre a neurose e a perversão. Perversão, pulsão e pai-versão: o sádico, o masoquismo, o exibicionismo e o voyeurismo. A estrutura e a clínica infantil: momento decisivo para a estruturação do modo de gozo.

Ética da Psicanálise 15 horas

Ética da Psicanálise

A Ética da Psicanálise é a ética do desejo. A lógica do desejo. O grafo Lacaniano do desejo. O desejo do analista. O desejo e a criança: de onde vêm as crianças? A clínica psicanalítica infantil está a serviço do desejo, não dos pais. A psicanálise é uma arte, mas também é uma ciência.

História da Psicanálise Infantil 15 horas

História da Psicanálise Infantil

Os primórdios da Psicologia clínica infantil. As escolas da Psicanálise com crianças. As relações objetais e Melanie Klein. Anna Freud: a Psicanálise Educativa. Os expoentes da escola francesa: Dolto e Manonni. Psicanálise com crianças hoje: atendimento padrão, clínica ampliada e desafios contemporâneos.

Metapsicologia. 30 horas

Metapsicologia.

Metapsicologia como tentativa de Freud em criar modelos explicativos para sua ciência. Os pontos de vista tópicos, dinâmico e econômico. A primeira e segunda tópica. Dinâmico: entre id e super-ego, o ego. A pulsão de vida, de morte. O princípio do prazer e o desprazer. O princípio de realidade. A filogenética Freudiana: o sonho do pai em transformar a meta em física.

Metodologia da Pesquisa Científica Aplicada à Psicanálise 30 horas

Metodologia da Pesquisa Científica Aplicada à Psicanálise

A pesquisa em Psicanálise. Psicanálise pura e psicanálise aplicada. Escrever a clínica psicanalítica: o estudo de caso. Métodos inovadores na pesquisa psicanalítica. A conversação como método de investigação grupal. A formulação do problema de pesquisa e a delimitação da pergunta de pesquisa como elementos fundamentais para a produção de ciência na Psicanálise. Os objetivos como orientadores da pesquisa e da redação do trabalho de conclusão. Ética em pesquisa com seres humanos e elaboração do trabalho. Elementos básicos: Introdução, Justificativa, Objetivos, Metodologia, Análise dos dados, Discussão e Conclusão.

O jogo, o desenho e o brincar: instrumentos da clínica infantil. 15 horas

O jogo, o desenho e o brincar: instrumentos da clínica infantil.

Intervenções na Clínica com crianças; o jogo do fort-da: da perda da mãe Freudiana ao objeto a Lacaniano. O jogo como forma de elaboração dos significantes mestres. O desenho como produção elementar na clínica de Dolto. O brincar é uma repetição: interpretação e posição do analista. Intervenções em brincadeira.

Os quatro conceitos fundamentais da Psicanálise 15 horas

Os quatro conceitos fundamentais da Psicanálise

O inconsciente: estruturado como uma linguagem. A repetição: elaboração e o impossível da castração. A pulsão não tem objeto: instink versus trieb. A transferência: como ocupamos um lugar de Outro. Os quatro conceitos e a criança: o inconsciente e a pulsão no sintoma infantil e a repetição e transferência na brincadeira.

Psicanálise e Educação 15 horas

Psicanálise e Educação

Os verbos impossíveis de Freud: Educar, Psicanalisar e Governar. A Psicanálise e o psicanalista na escola. A direção do analista dentro da escola é o protagonismo da criança. Só há protagonismo da criança com o princípio da realidade: dar responsabilidade ao desejo infantil. Interdisciplinaridade na escola: qual o lugar do analista? Psicanálise e o ensino médio: o adolescer. Psicanálise e a educação especial. Inteligência, debilidade e atraso escolar. Relação do fracasso escolar com a sociedade contemporânea. Psicanálise, sexualidade e gênero.

Psicanálise nas Instituições e saúde pública. 30 horas

Psicanálise nas Instituições e saúde pública.

Conceito de Instituição. Psicanálise tradicional e clínica ampliada. O discurso da psicanálise como laço social pode reverberar nas instituições. O inconsciente, a repetição, a pulsão e a transferência na instituição. Desafios e críticas da e pela psicologia crítica. A psicanálise infantil dentro dos equipamentos de saúde pública; A psicanálise dentro do CAPSi; A psicanálise e as políticas públicas.

Psiquiatria e suas interfaces com a saúde mental infantil 15 horas

Psiquiatria e suas interfaces com a saúde mental infantil

Medicalização na infância; Distúrbios neurológicos e psiquiátricos.

Novos sintomas: depressão, transtornos de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH), transtorno do pânico, dependência às drogas, anorexia, bulimia e fracasso escolar. Apreciações críticas sobre o DSM-V e perspectivas  para o CID 11.

Carga horário total: 360 horas

Obs.: A carga horária prevista para a orientação do trabalho de conclusão de curso não está incluída.

Corpo Docente

Docente Titulação
Angela Maria Resende Vorcaro Doutora
Dinael Corrêa Campos Doutor
Eliane Cristina Andreis Alberton Especialista
Gesimary de Santi Azevedo Mestre
Luiz Renato Ribeiro de Azevedo Mestre
Michel Andrew Nogara Mestre
Michele Roman Faria Doutor
Rosa Maria Mariotto. Doutora
Rute Grossi Milani Doutora
Selmara Merlo Londero Doutora
Suelen Gregatti da Igreja Doutora
Taise Signorini Mestra
Valéria Codato Antonio Silva Mestra

Observações:

1 - A UNIPAR reserva-se o direito de, na ocorrência de indisponibilidades eventuais, substituir qualquer dos professores elencados, atendida a titulação necessária e sem que haja prejuízo aos alunos. Se, até o dia previsto para início das aulas, não tiver formado turma, a UNIPAR reserva-se o direito de prorrogar o início do curso, ou ainda, suspender as atividades previstas para o mesmo;

2 - Fica reservado a UNIPAR o direito de realização do curso, mediante o preenchimento do número mínimo de vagas disponíveis;

3 - As inscrições ficarão disponíveis no site até que haja vaga no curso.

Inscrições

Até o dia 24/03/2018

Documentação necessária

Fotocópia do Diploma

Fotocópia do RG

Fotocópia do CPF

Foto 3x4 Recente (1)

Fotocópia do comprovante de residência

Formulário a ser preenchido no ato da inscrição

Início do curso

06 de Abril de 2018

* Esta data poderá sofrer alteração; portanto, se informe junto à secretaria se as aulas darão início na data prevista

Regime de aulas

Quinzenal

Horário

Sextas-Feiras: 19h00 as 23h00

Sábados 7h30 as 11h50 e das 13h00 as 17h20

Investimento

Inscrição: R$ 80,00 (oitenta reais )

20 (vinte) parcelas de R$ 460,00 (quatrocentos e sessenta reais) a serem pagas até o dia 5 de cada mês.

Programa de descontos UNIPAR

Egressos da Unipar com conclusão de curso no ano de 2017: 20% (vinte por cento) de desconto nas mensalidades do curso.

20 (vinte) parcelas de R$ 368,00 (trezentos e sessenta e oito reais) a serem pagas até o dia 5 de cada mês.

Egressos da Unipar com conclusão de cursos nos anos anteriores a 2017: 15% (quinze por cento) de desconto nas mensalidades do curso.

20 (vinte) parcelas de R$ 391,00 (trezentos e noventa e um reais) a serem pagas até o dia 5 de cada mês.

Egressos de cursos de especialização concluídos na Unipar: 20% (vinte por cento) de desconto nas mensalidades do curso.

20 (vinte) parcelas de R$ 368,00 (trezentos e sessenta e oito reais) a serem pagas até o dia 5 de cada mês.

Alunos de outras instituições: 10% (dez por cento) de desconto nas mensalidades do curso.

20 (vinte) parcelas de R$ 414,00 (quatrocentos e quatorze reais) a serem pagas até o dia 5 de cada mês.

Número de Vagas

30 vagas

Unidade

Umuarama

Coordenadores

Eliane Cristina Andreis Alberton , Michel Andrew Nogara

Fale com Eliane Cristina Andreis Alberton , Michel Andrew Nogara