Mestrado e Doutorado em Biotecnologia Aplicada à Agricultura

Mestrado e Doutorado em Biotecnologia Aplicada à Agricultura

Biotecnologia Aplicada à Agricultura: Doutorado atrai alunos do Norte do Brasil

14/08/2018 às 17:00

Foto Ex-aluno: Doutorando Renato Fernando Menegazzo veio de Vilhena/Rondônia

A qualidade do doutorado em Biotecnologia Aplicada à Agricultura da Universidade Paranaense tem atraído profissionais de várias partes do Brasil, até da região Norte do país. É o caso dos doutorandos Olavo Bilac Filho, morador do Macapá/Amapá, e Renato Fernando Menegazzo, que veio de Vilhena/Rondônia.

“Estava pesquisando na internet cursos de pós-graduações na área de Agrárias/Biotecnologia e encontrei o curso da Unipar”, conta Olavo, que atualmente trabalha como professor na Ueap (Universidade do Estado do Amapá). “Na região Amazônica, a Biotecnologia é uma área de destaque, com pesquisas relevantes. Somado a isso, verifiquei que o doutorado possui um bom conceito na Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), com excelente infraestrutura e corpo docente. Esses fatores despertaram o meu interesse; então optei em participar do processo seletivo, no qual fui aprovado”, afirma.

Graduado em Engenharia Ambiental pela Uepa, com especialização em Gestão Ambiental e Recursos Hídricos e mestrado em Geociência, o doutorando diz que está animado com as boas perspectivas que o curso oferece. “A pós-graduação possui um aparato adequado, uma organização que permite nosso desenvolvimento pleno no nível exigido. Isso facilita o aprendizado e, consequentemente, o enriquecimento dos conhecimentos e das pesquisas a serem realizadas”, acredita.

 

Quanto ao futuro, ele está otimista. “Quando terminar a doutorado, quero levar tudo que aprendi na UNIPAR para a região amazônica, sobretudo no estado do Amapá, onde pretendo desenvolver pesquisas e capacitação de recursos humanos para a área da Biotecnologia”.

O colega de curso, Renato Fernando Menegazzo, já tem boa relação com a Unipar, pois foi na Instituição, na Unidade de Cascavel, que ele se graduou em Ciências Biológicas (2005 a 2008). “Em 2013 comecei a trabalhar no IFRO (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia), Câmpus Colorado do Oeste. Como o instituto possui cursos de nível médio e superior, entendi que não poderia ministrar aulas com a qualidade que seria desejada apenas tendo especialização. Como fiquei muito satisfeito com a Unipar, pela sua qualidade, optei em fazer o doutorado na Universidade”, explica, afirmando que antes do doutorado cursou duas especializações e o mestrado em Desenvolvimento Rural pela Unicruz (Universidade de Cruz Alta), de Cruz Alta/RS.

Sobre a qualidade do curso da Unipar, o doutorando não poupa elogios. “Além da ótima estrutura, aqui tem excelentes profissionais. As disciplinas complementam minha formação naquilo que preciso para efetuar meu trabalho, tanto em termos de ensino como de pesquisa. Outro diferencial são os laboratórios, muito bons para a realização de ensaios e levantamento de dados para a elaboração da tese”, pontua, acrescentando: “E o mais importante, a equipe de funcionários da Unipar (docentes e técnicos), que são comprometidos com o trabalho. Mas já esperava por isso, afinal, conheço a Unipar desde a graduação”.

Diferenciais do mestrado e doutorado

O programa em Biotecnologia Aplicada à Agricultura é ofertado na Unidade-Sede da Unipar, em Umuarama. O mestrado e o doutorado têm como objetivo formar docentes, pesquisadores e profissionais capacitados para atuar na cadeia produtiva agrícola, desenvolvendo estudos que colaborem na qualidade de vida das pessoas. Iniciado em 2006, é conceituado pela Capes como ‘programa de excelência nacional’. “A base dos nossos estudos é a biotecnologia, com uso de biomoléculas, manipulação DNA e cultivo de micro-organismos e plantas”, explica o coordenador, professor Nelson Colauto. O curso conta com uma estrutura arrojada, composta por um horto medicinal e modernos laboratórios. O corpo docente é formado por doutores e pós-doutores em agronomia, biologia celular, engenharia química, genética e ecologia. Muitos deles com experiência internacional na Europa, Ásia e América do Norte.

Foto Doutorando Renato Fernando: Qualificação é primordial para o sucesso na carreira
Foto Doutorando Olavo Bilac Filho é morador do Macapá/Amapá
Foto Aluno Olavo Bilac: Qualidade do doutorado foi primordial na hora de escolher uma pós-graduação

Horário de Atendimento

Seg. à sex. das 8h30 às 12h e 13h às 17h30
Sáb. das 08h30 às 12h30
Ou ligue: 0800 601 4031